Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘seguro mais caro’

O portal Prestum Seguros conversou com especialistas e aponta algumas justificativas para que o país tenha o segundo seguro de carro mais alto do mundo. Por que o mesmo carro, com o mesmo perfil de motorista, em uma região com índice parecido de roubo e furto tem seguro mais caro no Brasil que em qualquer outro país, exceto Hong Kong? Estudo divulgado pela Prestige Performance Center, que revela que o brasileiro gasta US$ 2.400 anuais em seguro de carro ficando atrás apenas de Hong Kong, nos obriga a lançar luz sobre uma dúvida muito comum na hora de contratar um seguro de carro; qual é o cálculo feito para chegar a esse valor?

Além de características como perfil do motorista, região pela qual o veículo circula, modelo e ano do carro, utilização do automóvel (lazer ou trabalho), entre outros, especialistas da SulAmérica também destacam a situação econômica do país. “É levado em conta o custo da mão de obra de oficinas, de prestadores etc. Como exemplo, podemos citar o aumento da inflação, que pressiona para cima os reajustes salariais, refletindo no custo na mão de obra das oficinas e consequentemente no preço do seguro”. A variedade de produtos e a oferta de preços estimulada pela concorrência, tendo em conta a quantidade de seguradoras que atuam nesta área, acabam encontrando barreiras quase intransponíveis que dificultam a queda do valor do seguro, como os atuais índices de roubo e furto e o baixo índice de recuperação de veículos. Segundo o diretor da Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg), Neival Rodrigues Freitas, apenas 30% da frota brasileira é segurada e dos veículos com seguro, 80% tem menos de 5 anos. No caso de carros antigos ainda existe a dificuldade de reposição das peças, que muitas vezes vem de montadoras de fora do Brasil.

“É importante lembrar que, para as seguradoras, não é interessante que os preços sejam altos, pois isso afasta o consumidor do mercado segurador. Em um passado mais recente, entre 2008 e 2011, houve uma sensível redução no preço por conta da redução das estatísticas do roubo e furto de veículos. Mas em 2011 os índices voltaram a subir”, explica o diretor da Fenseg.

Um dos grandes desafios das seguradoras e órgão ligados a área é disseminar a cultura de seguro no país, investindo em uma linguagem mais clara e acessível ao consumidor comum, além de ampliar o diálogo com seus segurados através de canais de relacionamento especializados, como o Centro Automotivo de Super Atendimento (C.A.S.A) da SulAmérica. Nestes locais, distribuídos por diversas cidades do Brasil, o segurado recebe toda orientação sobre como proceder em caso de sinistro, recebe informações sobre as coberturas das suas apólices e tem oportunidade de tirar todas as suas dúvidas, o que diminui a distância entre o segurado e a seguradora.

Para o diretor da Fenseg também é importante destacar o comportamento do brasileiro, que em geral não se preocupa com a prevenção e proteção do patrimônio, além de não ter hábito de ler manuais e apólices. “Por isso alertamos para a importância da mediação ser feita por um corretor de seguros, profissional capacitado para tirar as dúvidas do consumidor, apresentar as propostas disponíveis no mercado, as coberturas que são oferecidas e as detectar as necessidades do segurado”, reforça. Alguns órgãos oficiais e páginas especializadas podem auxiliar na hora de contratar um seguro de carro.

Fonte: Portal Prestum

Anúncios

Read Full Post »

Fim de semana prolongado, dias de assuntos mais leves, então nada como falar de seguros com verniz cultural.

Conforme o blog Consumidor Seguro apurou em pesquisas pela internet, nas negociações para a vinda de Amy Winehouse ao Brasil, o seguro está saindo cinco vezes mais caro do que o cobrado a qualquer outro astro que tenha vindo ao Brasil, conforme informações do jornal O Globo.

Além do preço, uma condição: as seguradoras exigem atestado médico garantindo que a cantora está apta para se apresentar.

Também apuramos que ela vai embolsar R$ 800 mil com as quatro apresentação em janeiro, mas não conseguimos levantar o valor do seguro, para efeito de comparação. Em 2008, o valor divulgado pela mídia girava em torno de R$ 300 mil.

Ou seja, se pegássemos essa informação como atual, diríamos que os produtores vão gastar com seguro quase a metade do cachê da moça (se alguém do mercado de seguros tiver a informação precisa e quiser nos ajudar aqui, por favor, estejam à vontade para colaborar).

Até o momento, não foram divulgados os valores do ingresso (não esqueçam que o seguro está nessa conta, ok?), mas no dia 11 de novembro saiu a notícia de que o início das vendas tem novas datas, antes previstas para começar no dia 22 de novembro e agora adiadas para 29 de novembro!

Olha, será que a Amy já está querendo ameaçar deixar todo mundo na mão? Estamos torcendo para que não, claro…afinal, adoramos Amy e até vamos deixar os leitores com o link para a nova música”, “It’ my party”:

A canção – que faz parte de um tributo a Quincy Jones – está causando controvérsias entre os fãs de Amy. Alguns fazem críticas, dizendo que esperaram muito tempo por tão pouco!

Enfim…não vamos entrar nesse mérito. Nós achamos que ela está incrível, como sempre. Seja muito bem-vinda, Amy!!

 

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: